quinta-feira, 5 de maio de 2016

Pilates Day 2016 - Caxias do Sul

Olá amigos de Caxias do Sul, 

Esse ano o Pilates Day em Caxias do Sul conta com novas parcerias... 

...Confira! 


Esse evento é gratuito e acontece mundialmente todos os anos. Em Caxias do Sul a primeira edição foi em 2013 e desde então estamos engajando novas atrações todos os anos.

Para esse, preparamos além das aulas de Pilates gratuitas, de 20 minutos, algumas atrações, como brindes da Tudo em Grãos e Sucos detox da Arco Alimentos, Grupo de Corrida da Life Company e diversão no Slackline.

Em caso de chuva, o evento vai acontecer, fique de olho nas nossas redes sociais que avisaremos o local: https://www.facebook.com/events/1589292778052802/

Esperamos por vc no clima do Tema desse ano: Com FELICIDADE! PILATES BLISS!

#pilatesday2016
#pilatesbliss
#pilatesdaycxs2016



quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Sling Core - método de treinamento funcional em suspensão.

Sling Core é um método inspirado nos princípios e movimentos dos métodos Pilates e Sling Training.

É dividido em exercícios básicos, intermediários e avançados, onde o aluno pode sentir a cada movimento a sua evolução. E o instrutor poderá montar suas aulas de forma organizada e eficiente contribuindo para essa evolução do seu aluno.


Criado em 2010, pela profissional de Ed. Física Michele Giani, o treinamento é feito em suspensão com o aparelho de base alemã, Sling Trainer, que consiste em uma corda, com duas alças possíveis de suspender antebraços, braços, tornozelos e coxas.





Mas o que o torna diferente dos demais treinamentos suspensos? 
Por ser uma suspensão feita em uma corda, a qual é constituída por uma alma com várias tramas de diferentes ângulos de fibras ao redor, quando colocamos o peso sobre a alça do Sling, ela reage com uma vibração, essa vibração é importante para o treinamento pois vai gerar uma reação muscular de dentro para fora, tratando possíveis lesões quando houver e fortalecendo a musculatura profunda, equilibrando as forças com a musculatura superficial. Consequentemente vai haver diminuição de dores crônicas ou até mesmo agudas e pontuais, aumentando a resistência das fibras musculares.

Podemos perceber alguns benefícios do método como: 

- Definição da musculatura geral, principalmente do “Core”. - Tratamento e Fortalecimento da musculatura profunda.
- Resistência cardiorrespiratória. - Consciência corporal, controle neuromuscular, força, equilíbrio, alinhamento postural...

E quem pode praticar essa atividade? Todas as pessoas que buscam um condicionamento físico ou até mesmo um tratamento para lesões.

E o curso, quem é o público alvo e qual é o conteúdo programático? 

Estudantes e Profissionais de Educação Física e Fisioterapia são nossos públicos. 
E vemos o seguinte conteúdo: 
- Histórico dos Métodos: Sling Training e Pilates; 
- Método Sling Core; 
- Anatomia, Neurofisiologia e Estabilização Local; 
- Exercícios do Método Sling Core; 
- Como montar e aplicar uma aula de Sling Core; 
- Locais possíveis para a prática de Sling Core; 
- Manuseio, manutenção e sustentação do aparelho Sling Trainer.







Para mais informações:

www.studiomichelegiani.com 
facebook e instagram – Studio Michele Giani
www.slingtraining.com.br
facebook e instagram - Sling Training Brasil

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

O que programar para 2016?



O que programar para 2016?

Ser sincero e mais autêntico... 
Pulverizar mais alegria onde estivermos... 
Deixar os ambientes mais leves por onde passarmos... 
Cultivar o convívio mais sadio...
Praticar mais coisas que nos fazem feliz... 
Traçar metas mais evolutivas... 
Focar mais no corpo como um veículo de manifestação nessa existência, cuidando dele e deixando-o sempre em forma... 
Equilibrar as emoções... 
Buscar a serenidade no dia a dia... 
Empreender no autoconhecimento...

Ser Feliz!

Desejamos a todos um ano de realizações e completismo.

Feliz 2016!

Um abraço
Studio Michele Giani e Colaboradores

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Pilates Solo - One Leg Circles

Hoje descreveremos o exercício One Leg Circle do repertório do Pilates de solo Clássico, para vc praticar em casa. 
Mas não se esqueça, um bom colchonete e nada de fazer se tiver algum problema na articulação do quadril, certo? 
Procure sempre fazer uma avaliação médica antes de iniciar qualquer atividade física. 

Aos que já estão se dedicando ao condicionamento físico, vamos começar...

Nome: One Leg Circle - Circulo com uma das pernas.

Objetivo: Mobilidade da articulação coxofemoral e estabilidade pélvica.  

Foco: No movimento circular da articulação coxofemoral.

Repetições: de 3 à 5 vezes cada perna, nos dois sentidos (horário e anti-horário).

Respiração: inspirando no início do movimento, expirando durante o movimento. 

Movimento passo a passo para iniciantes: 



1- Inicie deitando em decúbito dorsal (barriga para cima), estabilize a pelve(quadril) de forma neutra no colchonete (sem achatar a lombar no solo), estabilize o abdômen (elevando o assoalho pélvico e o abdômen em direção ao diafragma, usando a ativação do Power House). Estabilize os ombros e escápulas no solo. 
2- Com uma das pernas com o joelho flexionado e pé no solo para estabilizar o movimento, eleve a outra em noventa graus do quadril (não é necessário estender o joelho por completo para iniciantes). 
3- Faça uma pequena rotação externa da perda entendida, deixando o pé levemente virado para fora em ponta (extensão de tornozelo, não estender por completo os dedos para evitar as caimbras no pé).
4- Faça o movimento de forma circular, a partir da articulação da coxa. Não é necessário um circulo muito amplo. Faça-o na largura dos seus ombros. 
5- Repita de 3 a 5 vezes para os dois sentidos do círculo. 

Progredindo: 
1- Estenda as duas pernas, uma no solo, outra para o alto. 
2- Estabilize a pelve neutra, os ombros e ative o Power House. 
3- Circule a perna em total extensão para ambos os lados, ampliando o movimento a partir da largura dos seus ombros até encontrar o outro pé que está no solo. 
4- Evidencie sempre mais o cruzamento da perna em adução do quadril. 



Obs.: Não esqueça da Respiração, ela é fundamental para um bom desempenho do movimento. 

Deixo aqui um vídeo para melhor entender o movimento. 




https://www.youtube.com/watch?v=RZqtVL6K8DM


Até o próximo movimento, "enjoy".

Texto: Michele Giani 
Profissional de Ed.Física
Instrutora de Pilates, certificada pela Pilates Method Alliance

Criadora do método Sling Core.
Fotos: Save Our Bones; Easy Vigour

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Pilates Solo - The Hundred - iniciando e progredindo

Essa semana iniciaremos a sequência do Pilates de solo como Joseph Pilates criou, fazendo parte de um repertório de exercícios do Pilates Clássico. 

Nome: The Hundred - CEM

Objetivo: Aquecimento, retorno venoso, fortacer o corpo integralmente, mantendo o power house (casa de força, músculos do core) engajados durante todo o movimento. 

Foco: Coordenar a respiração com o movimento dos braços. 

Repetições: 100 pumps (bombeamentos dos braços) 

Respiração: 10 completas, contando 5 tempos para inspirar e 5 tempos para expirar. 

Movimento passo a passo para iniciantes: 




1- em decúbito dorsal, barriga para cima, flexione os joelhos com os pés no solo. 
2- eleve uma perna de cada vez na posição de 90 graus de joelhos e quadris (posição: table top)
3- eleve os braços em direção ao céu e eleve cabeça até ficar com as orelhas entre os braços e o topo da cabeça em direção ao céu. 
4- mantendo a cabeça elevada com o olhar para o umbigo o tempo todo, abaixe os braços ao longo do corpo e flutuando-os comece os pumps, ou bombeamentos, inspirando em 5 tempos e expirando em 5 tempos. 
5- mantenha essa posição até contar 10 respirações profundas e longas de acordo com a contagem de 5 em 5. 
6- caso não aguentar a posição da cabeça, abaixe-a quando sentir necessário, mas continue o exercício até fechar 10 respirações.  
7- mantenha o power house, centro de força, conjunto de músculos: assoalho pélvico, abdominais, diafragma, engajados no movimento, numa manobra de contração, elevando-os internamento em direção ao peito.  
8- caso apresente dores nas costas durante esse exercício, mantenha os glúteos contraídos e as costas levemente apoiadas no solo, sem achatar ela por completo. Pois o importante é manter a força abdominal e o alinhamento postural. 

Progredindo: 




1- à medida que for dominando e coordenando esse exercício e sentindo que seu abdome já está mais fortalecido, é hora de progredir, mantenha o movimento coordenado dos braços e respiração e vá estendendo as pernas unidas em direção ao céu, com os glúteos e adutores contraídos, ativos, mantendo os calcanhares unidos durante todo o movimento. 
2- conforme for dominando, vá descendo as pernas em direção ao solo gradativamente. Até chegar a fazer o movimento 45 graus do solo. Mantendo a postura, força no power house, olhar para o umbigo, braços em movimento constante de bombeamento e respiração contínua de 5 em 5 tempos. 
3- descanse em posição de alinhamento e alongamento da coluna sobre o solo e sinta o efeito do exercício. 

Esse exercício é o primeiro da sequência do método Pilates de Solo, portanto deve ser feito com bastante cuidado. 
Estamos aqui para auxiliá-lo, nos escreva para esclarecer suas dúvidas e podermos melhor atendê-lo, contato@studiomichelegiani.com ou deixe seu comentário aqui em baixo. 

Até o próximo exercício, bom aquecimento e "enjoy".

Texto: Michele Giani 
Profissional de Ed.Física
Instrutora de Pilates, certificada pela Pilates Method Alliance

Criadora do método Sling Core.
Fotos: Easy Vigour

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Pilates Solo - Ponte (Bridging)

Olá, 

Continuando a sequência que estamos propondo para o seu dia a dia de atividades, apresentamos o segundo exercício para a sua coluna ficar saudável e manter a drenagem visceral em dia.  

Nome: Ponte ou Bridging

Objetivo: aumentar a mobilidade de coluna e costelas, melhorar a força de isquiotibiais (posterior de coxa) e de extensores de quadril.

Foco: mobilidade da coluna, prevenção e tratamento da dor lombar.

Repetições: de 5 a 8 vezes.

Movimento passo a passo:

1- Deitar em decúbito dorsal (barriga para cima), com joelhos flexionados e pés apoiados no solo, na largura do quadril, braços ao lado do corpo sobre o solo e coluna em posição neutra (mantendo todas as curvaturas naturais).

2- Inspirar para preparar o movimento, expirando levar o púbis em direção ao umbigo, elevar o quadril do solo uma vértebra de cada vez, até estar apoiado no espaço da cintura escapular e ombros. Usando a contração de glúteos e mantendo os joelhos aproximados durante todo o movimento.

3- Inspirar alongando a cervical (nuca), expirando vá descendo uma vértebra de cada vez em direção ao solo, até descansar a coluna em posição neutra.

4- Assista o vídeo, retirado do youtube para entender um pouco mais esse movimento. 




Bom treino e até o próximo exercício!

Texto: Nathalia Guazzelli
Fisioterapeuta
Instrutora de Pilates 
Instrutora de Sling Core e Sling Training

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Pilates Solo - Relógio Pélvico (Pelvic Clock)

Iniciaremos uma sequência de exercícios do Pilates Solo, ou Mat Pilates, para você fazer em casa.
Vamos começar com um Exercício Básico: Pelvic Clock

Pegue seu colchonete ou mat e vamos praticar!



Nome: Relógio Pélvico ou Pelvic Clock

Objetivo: Mobilidade nas articulações coxofemoral, lombossacra e sacroilíaca, ou seja, mobilidade nas articulações que envolvem o quadril com os membros inferiores e tronco.

Foco: Prevenir e amenizar dores lombares até diminuição por completo delas.

Repetições: de 3 a 5 vezes para cada movimento do relógio.

Movimento passo a passo: 

1- Deitado em decúbito dorsal (barriga para cima), pescoço alinhado e alongado, relaxar os ombros longe das orelhas em direção aos pés, flexionar os joelhos, deixar os pés no solo, próximos ao quadril e distantes um do outro na largura do quadril.

2- Manter a pelve neutra (preservando as curvaturas naturais da coluna), imaginar um relógio sobre a pelve, onde 12h está apontando para o nariz e 6h está apontando para os pés, 3h está apontando para o quadril esquerdo e 9h está apontando para o quadril direito.

3- Manter os músculos, assoalho pélvico, abdômen e diafragma ativos, elevando eles em direção à cabeça, numa manobra interna com pequena contração, como se você tivesse que esconder o abdômen dentro de uma calça bem justa. No Pilates essa manobra de contração é conhecida como “ativar o Power House”.

4- Usando a respiração, inspira pelo nariz/expira pela boca, comece inspirando e levando a pelve em direção aos pés (6h), retorne para a posição neutra e expirando leve a pelve em direção ao nariz (12h). Repita esse movimento de 3 a 5 vezes.

5- Inspirando leve a pelve até 3h, fazendo uma rotação do quadril para o lado esquerdo e expire no retorno até a posição neutra. Inspirando repita o mesmo movimento em direção às 9h, para o lado direito. Repita esse movimento de 3 a 5 vezes.

6- Unindo os 4 pontos do relógio, é “hora” de girar por completo, sentido horário e anti-horário. Completando um giro ao redor do sacro, repetindo de 3 a 5 vezes para cada sentido.

7- Assista o vídeo, coletado do Youtube, para melhor entendimento e boa prática!






Agora é só praticar e criar bastante mobilidade no quadril para a prevenção de dores e rigidez na região pélvica.

Gostou? Então deixe seu comentário.

Até a próxima segunda com mais um exercício para você fazer em casa.

Texto: Michele Giani
Profissional de Ed.Física
Instrutora de Pilates, certificada pela Pilates Method Alliance

Criadora do método Sling Core.